Melhores chapinhas 2019

Compartilhar:
prancha nano titanium

Gosta de usar prancha de cabelo para manter os fios sempre no lugar? Então você precisa saber qual a melhor chapinha, qual é boa e profissional. Confira!

 ImagemNomeAvaliaçãoVeja o preço

1 de 10

Taiff Titanium 450

9.5


VEJA O PREÇO

2 de 10

Babyliss Nano Titanium

9.1


VEJA O PREÇO

3 de 10

Taiff Alisadora Red

8.8


VEJA O PREÇO

4 de 10

Bivolt Profissional

8.6


VEJA O PREÇO

5 de 10

Taiff Look Bivolt

8.3


VEJA O PREÇO

6 de 10

Gama Italy Elegance

8.0


VEJA O PREÇO

7 de 10

Remington Shine Therapy 2x

7.9


VEJA O PREÇO

8 de 10

Gama Lumina Duo

7.7


VEJA O PREÇO

9 de 10

Britânia Titanium Blue Bivolt

7.6


VEJA O PREÇO

10 de 10

Mondial Alisadora Tourmaline

7.5


VEJA O PREÇO

Se você tem cabelo liso, ondulado ou cacheado, a verdade é uma só: a gente nunca está satisfeito com o nosso próprio cabelo! Por isso nós encontramos diversas maneiras de modificá-lo, seja cortando, pintando, cacheando com babyliss ou alisando com a chapinha. O problema é que se você não escolhe um bom aparelho para isso, você vai prejudicando seus fios pouco a pouco, sem nem mesmo se dar conta. Pensando nisso, a gente resolveu te mostrar as melhores chapinhas 2019, contando as vantagens e desvantagens do aparelho, como utilizá-las e muito mais.

A primeira coisa que você precisa saber é que existem chapinhas de diversos tipos e valores, com design e cores diferentes, tamanhos e marcas diferentes, além de finalidades diferentes. Com uma chapinha você pode mudar o seu look em questão de minutos. Mas lembre-se que o seu cabelo natural é uma característica sua e ele é único! Então utilize a chapinha apenas para valorizá-lo e melhorá-lo, nunca por causa da crítica de alguém. Você tem que se sentir bem consigo mesma, e se sentir bonita por quem você é, independente se o seu cabelo é liso ou não! Dito isso, vamos às dicas.

Informações gerais sobre chapinhas

A chapinha, também conhecida como prancha alisadora ou piastra, é um aparelho para cabelos utilizado para modificar, temporariamente, a textura dos fios, através do calor. É normalmente utilizada por quem tem cabelos volumosos, cacheados ou crespos para conquistar fios mais lisos.

prancha nano titaniumAntigamente muitas mulheres utilizavam o ferro de passar roupa para deixar os cabelos lisos, mas corriam grande risco de queimar o couro cabeludo ou qualquer outra parte do corpo. Além disso, o ferro de passar roupa só atingia grandes mechas de cabelo, sem poder alisar mais profundamente os fios e a raiz do cabelo. Era realmente trabalhoso alisar o cabelo desse jeito!

Pensando nessa necessidade, a primeira chapinha foi criada em 1906, por Simon K Monroe. Ela tinha uma chapa de dentes metálicos e não era lá muito prática, mas ainda era melhor que o ferro de passar roupa, não é mesmo? Ainda bem que três anos depois dessa invenção Isaac K Shero melhorou a primeira versão da chapinha, criando um aparelho onde duas chapas planas eram prensadas sobre os fios. Imagina só as mulheres da época, devem ter ficado maravilhadas.

Mas foi só em 1912 que Lady Jennifer Bell Schofield criou uma nova e efetiva versão da chapinha. Ela tinha duas placas de ferro com uma dobradiça que eram aquecidas, o que deu início a criação das chapinhas como conhecemos hoje, que contam com uma variedade de formatos e especialidades, com opções de cerâmica e elétricas, por exemplo.

Como temos à disposição diversas opções no mercado nós nem imaginamos o quanto as antigas mulheres adorariam ter essa variedade toda, né! Sem falar que o preço não devia ser nem um pouco acessível. Provavelmente só as famílias mais bem de vida tinham acesso a esse tipo de apetrecho de beleza.

Afinal de contas, como as chapinhas funcionam?

Todo mundo sabe que as chapinhas são feitas de duas chapas quentes, com uma dobradiça, independente se elas têm as base mais fina ou mais larga, certo? Você conecta o aparelho na tomada, aguarda esquentar e então pressiona suas chapas nos fios delicadamente, deslizando da raiz até as pontas, tomando cuidado para não queimar a testa, o pescoço e as orelhas, muito menos as mãos durante o manuseio.

No entanto, o processo é um pouco mais complexo do que isso. O que realmente acontece quando você coloca a prancha sobre os fios, segundo a dermatologista Shirlei Borelli, é que “O calor desidrata, amolece e alonga temporariamente as células mortas e solidificadas de queratina, proteína que compõe o cabelo”.

Dessa forma os fios podem ser facilmente moldados e ficam muito mais brilhosos e sedosos. Isso acontece porque as chapinhas normalmente dão vida ao cabelo, pois fecham as cutículas abertas, revestindo os fios. Tudo isso em questão de minutos!

No entanto, todo esse efeito é temporário, e dura até a hora do banho ou da lavagem do cabelo. Ao entrar em contato com a umidade, os fios retomam sua estrutura natural. Por isso que não se recomenda sair durante a chuva com o cabelo alisado, já que ele acaba ficando arrepiado e volumoso novamente. O mesmo acontece ao malhar ou praticar atividades físicas com o cabelo alisado. O suor e a transpiração alteram a aparência do fio.

Então para manter um efeito mais duradouro, é bom evitar sair na rua em dias chuvosos ou fazer atividade física com o cabelo alisado. Deixe para alisar as madeixas em dias mais secos e ensolarados, assim você pode aproveitar seu cabelo por muito mais tempo sem se preocupar com nada.

Materiais normalmente utilizados na fabricação de chapinhas

Muitas pessoas já se queimaram e prejudicaram severamente os fios fazendo chapinha. Com diversos casos relatados, as fabricantes têm tentado melhorar cada vez mais as chapinhas, adicionando funcionalidades e materiais para facilitar o manuseio e processo de alisamento. Pensando em proteger os fios e a pele dos consumidores, hoje em dia as chapinhas são feitas e revestidas por diversos materiais. Então os modelos e materiais mais comuns são:

  • Metal
  • Cerâmica
  • Íon
  • Íon titânio
  • Turmalina
  • Porcelana
  • Ondas infravermelhas
  • Safira
  • Titanium
  • Vidro

Cada uma delas é pensada para um caso diferente, ficando difícil de definir qual a melhor chapinha do mercado. A chapinha de íon, por exemplo, apresenta diversos benefícios aos fios, como a diminuição do frizz, maior hidratação para o cabelo e mais brilho. Todas têm uma função única, algo que veremos em mais detalhes mais para frente!

Dimensões médias das chapinhas (altura, comprimento, largura)

Uma coisa é fato: a dimensão da chapinha vai influenciar no resultado final do seu cabelo. Por isso é tão importante conhecer o seu tipo de fio e comprimento. As chapinhas mais largas, por exemplo, são indicadas para cabelos longos, pois pegam maiores quantidades de mechas e alisam mais fios ao mesmo tempo.

Já as chapinhas finas, são ótimas para quem prefere manter os fios mais curtos mas precisa diminuir o volume e frizz. Elas alcançam até os fios mais curtinhos e alisam por pequenas mechas, facilitando o manuseio e evitando queimaduras.

Além disso, existe a mini chapinha, pequena e portátil, a melhor chapinha para viagens onde você não tem muito espaço na mala mas não quer abrir mão de manter o cabelo sempre arrumado. As dimensões são bem específicas e variam de fabricante para fabricante. Mas a grande maioria é bem compacta, cabendo facilmente em bolsas, sacolas e malas. Alguns exemplos de tamanhos:

Prancha Nano Titanium: a chapinha titanium tem 28,7 cm de comprimento, 3,51 cm de largura, 3,2 cm de altura (fechada) e conta com um cabo de 277 cm. Ela é relativamente fina, é uma chapinha azul, sendo ideal para cabelos curtos e para modelar cachos.

Prancha Gama Wide Eleganza: essa chapinha de cabelo da Gama é uma chapinha boa para quem tem cabelos longos, pois tem a base larga. Conta com 4cm de altura, 1cm de largura e 24.5cm de comprimento.

Se você procura uma prancha profissional para cabelos, pode ser interessante até ter mais de uma chapinha em casa, pois existe chapinha profissional para progressiva, chapinha a vapor, entre outras opções, então realmente fica difícil optar por somente uma, não é verdade?

Tem várias chapinhas novas chegando no mercado, com novas tecnologias que ajudam a manter seu cabelo saudável. Um exemplo disso é a Chapinha Titanium 450, a azulzinha que vem ganhando o coração das mulheres do Brasil inteiro. O mais legal é que as chapinhas normalmente não custam caro. Os preços começam a partir de 40 reais e podem chegar a 1.000, dependendo do nível de profissionalismo do aparelho.

Características de design de chapinhas

As melhores chapinhas com certeza são aquelas que aderem melhor à sua mão, quando você tem fácil manuseio e praticidade na hora de alisar os fios. Elas geralmente têm duas chapas e uma dobradiça, sendo sua parte interior quente e voltada somente para aquecer os fios, portanto é importante evitar o toque para não causar queimaduras na pele.

Com um fio, geralmente longo, elas foram feitas para serem usadas conectadas à tomada. Algumas são 110 volts, enquanto outras são 220 volts. Dependendo do material da chapinha e a finalidade da mesma, algumas têm até uma escova acoplada.

As chapinhas são fabricadas em diversas cores, como preto, azul, cinza, rosa, e até dourado. Realmente tem para todos os gostos. Elas geralmente contam com um design muito parecido, pensado para o fácil manuseio e para a proteção da pele, então seu exterior não esquenta muito, permitindo o contato das mãos com segurança.

O que mais você precisará usar com uma chapinha?

Quando falamos em chapinha, pensamos somente nela. Mas saiba que a chapinha, dependendo do modelo e da frequência com que você a utiliza, pode prejudicar e muito seu cabelo a longo prazo. Então é importante usar sempre um bom shampoo e máscara, manter o cabelo hidratado, além de passar um protetor térmico antes de utilizar a chapinha, independente se ela é uma prancha de cabelo profissional ou não.

Com o auxílio de uma escova, vá passando a chapinha cuidadosamente, com os fios secos (algumas chapinhas permitem o uso mesmo com o cabelo molhado, mas a maioria não), e desembaraçando os fios enquanto os alisa. Cuidado para não colocar creme de mais no cabelo, pois na hora de passar a chapinha eles podem acabar ficando com um aspecto pesado e sem balanço.

Você pode usar um finalizador de sua preferência, como um óleo, um silicone, gel ou pomada, dependendo do aspecto que você pretende dar aos fios. No entanto, se você não tiver nenhum desses produtos em casa, mas estiver com a hidratação em dia, não haverá nenhum risco para os fios.

Vantagens e desvantagens das chapinhas

Bom, a chapinha foi uma ótima invenção na área da beleza, e já se mostrava uma necessidade mesmo antes de existir. Então ela com certeza é uma ótima ferramenta para quem quer dar uma mudada no look e mudar um pouco a aparência dos fios. Ela é prática, fácil de usar, geralmente pequena e esquenta rápido. Para quem não quer gastar com progressiva ou definitiva, é uma economia, pois você não depende de salão para manter seu cabelo sempre arrumado e alisado.

Além disso, o preço de uma chapinha é relativamente barato, você pode encontrar diversos modelos no mercado, com diferentes funcionalidades, cores e marcas. Você encontra chapinhas à venda em farmácias, supermercados, lojas, shoppings, casas de cosmético e muito mais.

Por outro lado, pensando nas desvantagens, se você não souber manuseá-la bem, a chapinha pode queimar sua testa, suas orelhas e mãos. Além disso, pode ressecar os fios, se você não estiver com o cabelo bem tratado. Seu uso deve ser moderado para não prejudicar a saúde dos fios. Por fim, apesar do seu efeito rápido de alisamento, sua durabilidade é curta, podendo acabar caso você pegue chuva, transpire ou durma, já que o cabelo pode ficar todo amassado.

Se a sua raiz for muito crespa pode ser que o efeito liso não fique como você espera, a não ser que você já tenha algum alisamento químico, como uma progressiva ou uma plástica de fios, por exemplo. Se você tiver muitos fios curtinhos ou franja também pode ser que ao alisar eles fiquem arrepiados e elétricos. Então ter uma chapinha em casa pode ser uma maravilha ou não, depende de vários fatores.

Eu realmente preciso de uma chapinha?

Se você quer ter uma ferramenta sempre à mão para quando você sair para uma festa, acordar com o cabelo ruim e nada der jeito, sem gastar com isso, a chapinha vai ser uma ótima aliada. Independente se o seu cabelo é liso, ondulado, cacheado ou crespo, sempre acontece de um dia ou outro o cabelo estar rebelde, volumoso, com frizz, então você pode usar a chapinha para modelar os fios e ficar bem consigo mesma.

Às vezes você simplesmente quer ficar diferente, mudar o look de sempre, e a chapinha pode fazer isso por você, de forma rápida e fácil, sem gastar nada. Seus fios ficarão lisos em minutos! Então independente de você comprar a melhor prancha de cabelo do mercado ou a mais barata, só você vai saber qual a melhor chapinha pra você, de acordo com as suas necessidades e a sua rotina.

Agora se você está a procura de uma chapinha somente para esconder o seu cabelo de críticas, a gente não recomenda que você faça isso. Muitas pessoas fazem bullying com quem tem cabelos crespos ou cacheados, levando as pessoas a alisar os fios e rejeitar a si mesmo. Mas isso está errado! Os cachos são tão lindos quantos os lisos, e essa diferença deve ser respeitada como uma particularidade, não rejeitada.

Lembre-se que a sua autoestima sempre deve vir em primeiro lugar, e ninguém tem o direito de tirar isso de você. Investir na sua aparência, seja em roupas, maquiagens, produtos para cabelo ou calçados, deve ser apenas um ato de amor próprio, nunca procurando aceitação. Você é uma pessoa linda do jeito que é, com ou sem chapinha!

Como é a chapinha certa para as suas necessidades?

Como falamos anteriormente, a chapinha ideal é aquela que atende às suas necessidades, ao seu tipo de cabelo e a sua rotina. Você tem um dia a dia corrido? Ou você tem tempo de sobra para se arrumar? Você viaja muito? Você tem cabelos lisos, ondulados, crespos ou cacheados? Por que você quer alisar seu cabelo?

Todas essas perguntas devem ser feitas antes de você realizar a compra de uma chapinha. O uso dela deve ser sempre pensado em aumentar a sua autoestima e valorizar a sua aparência, não modificando quem você é, nem mudando porque alguém falou que não gosta do seu cabelo natural. Você deve usar uma chapinha para variar o look e melhorar o aspecto do seu cabelo por sua vontade própria. Dito isso, vamos apresentar alguns tipos de chapinhas disponíveis no mercado e suas principais funções, assim você consegue identificar a que melhor se encaixa para você:

Chapinha com íons

Esse tipo de chapinha fecha a cutícula do fio, deixando o cabelo com aspecto mais saudável, brilhoso e macio. Os íons ajudam a controlar o frizz, neutralizando a eletricidade dos fios. Sabe aqueles cabelinhos curtinhos que sempre insistem em ficar arrepiados? Essa chapinha ajuda a segurá-los no lugar.

Chapinha de cerâmica

Uma das mais bem faladas chapinhas, as chapinhas revestidas com a cerâmica causam muito menos danos aos fios, permitindo que o aparelho atinja altas temperaturas sem queimar sua pele. Além disso, libera raios infravermelhos, que ajudam a manter a nutrição dos fios. Com certeza é um dos modelos mais queridos das mulheres.

Chapinha com turmalina

A tecnologia da chapinha turmalina é pouco conhecida, mas é também muito eficiente. Essa chapinha libera íons negativos, que reduzem o frizz e ajudam a selar a cutícula dos fios. Assim seu cabelo fica com um aspecto muito mais saudável.

Chapinha com infravermelho

Assim como a maioria das chapinhas, esse modelo de chapinha dá mais maciez ao cabelo, volume na medida certa e mais brilho. Tudo que você procura, não é mesmo?

Chapinha com nanotecnologia

Sabe aqueles resíduos de creme que sempre ficam nas bordas da chapinha depois que você alisa? Com a tecnologia nano dificilmente isso vai acontecer, já que ela proporciona mais higiene para o aparelho e para os frios. Assim você evita problemas!

Viu quantas opções de chapinha tem no mercado pra você experimentar? Com certeza você se identificou com mais de um modelo!

Dicas sobre como usar chapinhas

Muitas pessoas têm chapinha em casa mas não sabem utilizá-las direito, ou usam de maneira inadequada. Mas a verdade é que uma chapinha pode ser considerada uma mão na roda para os dias de correria. Tem aqueles dias que a gente acorda atrasado, com o cabelo sujo, sem tempo nem para tomar um banho. Ou quando a gente quer sair e está sem dinheiro para ir no salão, mas precisa de um penteado bacana para compor com o look.

Aí é só pegar a chapinha, dar aquela alisada para colocar os fios no lugar e pronto, o cabelo já fica com outra aparência. Você ainda pode cachear os fios com a própria chapinha, principalmente se ela for fininha, ou deixar o cabelo bem liso, estilo Kardashian. Vai do seu gosto! Mas já adiantamos pra você: de nada adianta ter a melhor chapinha do mercado se você não cuida dos seus cabelos adequadamente. Pensando nisso, separamos algumas dicas para potencializar os resultados da chapinha no seu cabelo. Olha só:

  • prancha profissionalMantenha a hidratação do seu cabelo em dia, fazendo uma hidratação de no mínimo 10 minutos pelo menos uma vez na semana, com uma boa máscara de sua preferência;
  • Evite que seu cabelo fique com pontas duplas fazendo um corte bordado de três em três meses;
  • Use protetor térmico sempre que for secar, alisar ou enrolar seus cabelos;
  • Não use chapinha, secador e babyliss todos os dias, assim você evita o ressecamento e opacidade;
  • Quando for alisar o cabelo com a chapinha, tenha a certeza de que seu cabelo está bem seco. Se possível, faça uma escova antes para garantir;
  • Nunca durma de cabelo molhado, em hipótese alguma. A umidade provoca caspas e pode quebrar os fios;
  • Evite amarrar o cabelo, principalmente com laços muito apertados, pois eles quebram os fios;
  • Troque de shampoo e creme de tempos em tempos para o cabelo não viciar;
  • Faça uma lavagem profunda no cabelo periodicamente com um shampoo anti resíduos;
  • Se você frequenta salão, aproveite os tratamentos para reposição de queratina e vitaminas para dar aquele up nas madeixas;
  • Evite pintar o cabelo todo mês, pois a tinta resseca o cabelo e pode deixá-lo esponjoso;
  • Se você tem os cabelos coloridos, opte pelos tonalizantes, eles são muito menos agressivos aos fios.

Se você seguir todas essas dicas temos certeza de que o efeito da chapinha vai ficar muito mais incrível no cabelo, dando um aspecto natural e saudável, além de ser muito mais durável.

Compartilhar: